MUSCLE TEE: A TENDÊNCIA DOS BRAÇOS DE FORA
Marina… Momentos que se foram, Memórias que ficaram…
Tire os sapatos ao entrar em casa
Coque Baixo um Clássico que nunca sai de Moda
Depois dos 40 anos não há depois, é tudo agora!

Sessenta Crônicas de uma Vida de Odair Leitão Alonso

Pessoal, é com muito prazer que este post anuncia uma obra de essência imprescindível e que agrega extremo valor para a história da imprensa de Campinas e região. O primeiro livro de Odair Leitão AlonsoSessenta Crônicas de uma Vida”, será lançado esta semana, quarta-feira (21/08), as 19h, na Livraria Cultura, no Shopping Iguatemi, em Campinas.

Odair Alonso, bugrino de paixão, carrega em seu coração, assim como em sua bagagem jornalística, grande parte da história do Jornalismo regional. Odair é Jornalista a 38 anos, pós-graduado, com ênfase em Jornalismo e Marketing, na Cásper Líbero em São Paulo, e atualmente trabalha no Cerimonial do Gabinete do Prefeito Jonas Donizette, na prefeitura de Campinas.

Numa extraordinária trajetória, Odair atuou com revisor, repórter e editor, começando pelo Jornal “Diário do Povo”, depois trabalhou na redação do “Correio Popular”, na chefia de reportagem da EPTV Campinas e na redação da sucursal Estadão. Além disso, Odair foi Assessor de Comunicação Social da BOSCH, professor de Jornalismo e Relações Públicas na PUC Campinas, Sócio/Proprietário da Opus Sapientiae, Opinião Público, Comunicação e Pesquisa de Mercado Ltda.

Agradeço ao querido amigo e vizinho  Odair  Alonso pela entrevista. Odair você é especial e muito querido! Parabéns pelo lindo livro “Sessenta Crônicas de uma Vida”. Desejo muito Sucesso e Felicidades!

Confiram abaixo a entrevista Exclusiva de Odair Leitão Alonso para o Blog Ronienfoque:

DSC_87531) Como e quando surgiu a ideia do Livro ?

De muitos anos trazia comigo a ideia de escrever um livro de Crônicas e Causos. Minha Esposa Bel sempre me incentivava a tomar esta iniciativa e agora, pensando em fazer algo diferente para celebrar a passagem dos meus sessenta anos, resolvi colocar em prática este plano e assim o livro foi escrito. O livro em si, começou a ser escrito em março deste ano.

2) Quais as maiores influências e inspirações?

Ao longo da minha vida tive muitos fatos e acontecimentos bons e ruins, algumas vezes incomuns, que se destacaram. Da minha vida no Correio Popular tenho quatro crônicas que são contadas no livro. Uma delas é a respeito de uma matéria que fiz sobre o Rio Atibaia, onde vivenciei uma verdadeira aventura, começando em Nazaré Paulista, onde o rio nasce e descendo de barco, até passar por Campinas. Foi muito marcante este trabalho! Tanto é que até hoje o Dr. Sylvino, dono do correio popular, me adora por causa disso. Foi uma semana inteira de publicações, com uma página por dia. Um grande sucesso!

A segunda crônica é da fase em que deixei a Geral e fui para Esportes, em 1978, quando eu, que nasci e cresci bugrino, tive a felicidade de vivenciar a conquista do campeonato brasileiro pelo Guarani, que amo tanto.

Tenho uma terceira, que foi em relação a um convite para trabalhar na Televisão, da época de abertura das portas da EPTV em Campinas. Foi uma experiência muito boa! No período, formamos em Campinas e Ribeirão muitos repórteres que hoje são conhecidos, como Heraldo Pereira, Valeria Monteiro, Ilze Scamparini, Oliveira Andrade, Madalena Bonfiglioli e muitos outros. Alguns foram para o Rio de Janeiro, Jornal Nacional e até para o Exterior.

A quarta foi da minha época na Assessoria de Imprensa da BOSCH, atuei na comunicação social e, depois de um tempo, com as doações da Fundação Robert Bosch. Foi quando tive a prazerosa oportunidade de conhecer pessoalmente e manter contato com a Irmã Dulce.

3) Qual Característica marcante em relação ao livro?

Quando você começa a escrever, você relembra de muitos fatos, episódios, revive aquilo e acaba se emocionando muitas vezes. Eu por várias ocasiões meu emocionei muito. Algumas por fatos ruins, tristes. Em outras, por boas noticias e surpresas. Eu tive algumas perdas ao longo dos 60 anos, do meu pai, meu tio, uma noiva e da minha mãe, que pra mim foi uma perda de ligação, da referência, com o passado.

Também, tem o caso do ex-técnico do Guarani, Carlos Alberto Silva, campeão brasileiro de 78, hoje com 70 anos, morando em Belo Horizonte, que é meu com amigo e que, com o lançamento do livro, quando fiz uma ligação, para cumprimentá-lo pelo aniversário dele e foi a esposa dele que atendeu e de cara me disse, olha Odair, nós vamos, viu! Isso me deixou muito feliz.

Tive outro caso de algumas manifestações, como o caso de um amigo, ainda da época de Ginásio, que, depois de passados 40 anos, me enviou uma carta profunda, que daí faz a gente lembrar e emocionar bastante.

4) Qual foi o maior desafio?

Foi o tempo. Conciliar as atividades trabalho e a dedicação ao  livro. Outra coisa foi a falta de patrocínio, pois para quem está iniciando isso é muito difícil.

5) Qual a sensação de vê-lo pronto?

Muita emoção! É como  o nascimento de um filho.

6) Plano para o futuro?

Outros livros virão.

7) Que livros você normalmente lê?

Leio muito. Tanto é que, no livro, tenho uma lista com 60 sugestões de leitura. Inicialmente era uma lista com mais de 2.000 livros e então tive que selecionar bastante.

8) Quais escritores voce mais gosta? Vários. Dois me marcaram bastante Kalil Gibran e Rubem Alves

9) Onde encontrar o livro?

Nas principais livrarias, Cultura, Saraiva e Pergaminho.

10) Que frase ou texto tem um grande significado para você?

Eu inclusive coloquei no livro uma que eu gosto muito. É a PROFISSÃO DE FÉ, de Olavo Bilac,

Por que o escrever – tanta perícia,

Tanta requer,

Que ofício tal… nem há noticia

De outro qualquer”

11) Qual a mensagem para os leitores do Blog Ronienfoque?

Eu gostaria que as pessoas lessem mais. Hoje em dia, a gente vive muito numa época de internet, de muita comunicação instantânea, tudo é muito bom! Mas, sem leitura, sem cultura e sem conhecimento ninguém consegue, através de máquina nenhuma, transmitir sentimento, emoção. Então eu sou ainda muito a favor da leitura e gostaria de incentivar as pessoas a lerem mais.

Jogo rápido:

Cor? Verde
Sabor? Nhoque
Cheiro? Flor, Rosa
Cidade? Manaus
País? Itália
Palavra? Amor
Uma certeza? Vida Eterna
Um sonho? Escrever mais livros.

DSC_0596a

convite

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*